A insustentável leveza de
Ser Mulher...

A mulher é o único ser da criação,
que abriga dentro de si, um templo.
Só ela sabe ser Deusa e ser Santa,
ser Rainha e ser Mulher,
ser forte quando precisa,
e ser frágil quando quer.
Mulher que gera vidas,
e cria a humanidade.
Que sabe ser estrela,
e sabe ser saudade.
Só ela sabe ser mulher e ser menina,
ser sedutora e ser seduzida.
Ela é luz quando brilha,
é paz quando acalma e tranqüiliza.
Ela é música quando é alegria,
é ritmo vibrante quando improvisa.
Ela é tempestade quando chora,
ou um vulcão quando ama.
Ela sofre discriminação,
é incompreendida, mas sabe superar.
Sofre preconceitos, tem lá os seus defeitos, mas sabe perdoar.
É mulher e é amante,
é companheira e é guerreira,
Ela pode até perder a luta,
mas nunca perde os seus ideais...
Ela pode até perder os seus amores,
mas nunca desiste de sonhar.
É feminina, sensível, amável,
sem perder a força.
Ela é ternura quando envolve,
é segredo quando encanta.
Assim como a lua,
ela tem as suas fases,
todas imprevisíveis,
todas incomunicáveis.
A Mulher é o maior de todos
os mistérios, que alguns Homens
ainda não conseguiram desvendar.

Lisiê Silva