Simplesmente lembranças

Às vezes bate em nós uma saudade
que nem sei mais se é do amor ou da amizade,
mas ela vem com tanta vontade
que nem importa se foi tudo mentira ou verdade.

Às vezes temos tantas lembranças
que chegamos a ter esperanças
que vamos nos reencontrar
e de novo, naturalmente, nos falar.

Às vezes o sono foge no meio da madrugada
e a insônia vem bem acompanhada
de palavras que falamos,
de carinhos que trocamos.

Às vezes eu imagino com ternura
que ainda posso ser sua
e você imagina com delicadeza
que ainda vai tocar a minha beleza.

Às vezes a gente lembra que o tempo passou,
que nenhum dos nossos sonhos vingou
e com isso ficamos nos perguntando
com o que cada um de nós agora está sonhando.

Às vezes gostaríamos de descobrir
se já fomos substituídos,
mas o melhor é desistir
pois esse assunto entre nós é proibido.

O que sabemos é que o tempo não parou
desde que a gente se afastou.
Todos os dias um novo sol nasceu
e uma nova lua no céu apareceu.