Sinto muito...

Se deixei só uma pétala,
Quando queria dar-te um jardim.
Se apenas te dei parcela,
Do bom que existe em mim...

Se cantei só uma parte,
Da nossa linda canção.
Embora quisesse brindar-te,
Com o som do meu coração...

Se alcancei somente estrelas
Quando queria dar-te o infinito...
Se mal sussurro te amo,
Querendo dizê-lo num grito...

Se fui apenas os versos,
De um poema inacabado.
Vivendo um amor tão diverso,
Daquele por ti sonhado...

Mas se sou tão imperfeito,
Aceita-me mesmo assim.
Já que não consigo o tudo,
Leva pedaços de mim...

E perdoa o ser quase nada,
Ficando com o pouco que dou.
Pois sabes que tens o melhor,
De tudo aquilo que sou...

Edson Carlos Contar