Sobre ontem

Como num passe de mágica eu pude alcançar
seu coração, seus lábios, seu olhar,
sua alma, seu interior,
seu cheiro, seu sabor,
como nunca havia alcançado
e isso não tem como ser explicado,
apenas sentido e degustado.

Algo aconteceu entre você e eu
que meu sentimento acendeu
e o seu, me parece que, clareou
e por isso tudo a nossa volta se iluminou.

Amores têm dessas coisas interessantes,
cada dia acontecem novos instantes,
com você e comigo não tem sido diferente.
É certo que temos tido pela frente
barreiras pra derrubar, guerras pra vencer,
muros pra desmoronar e, também,
coisas tão lindas pra dizer
pois amor nenhum serve só pra padecer.

É certo que o tempo não tem sido
o melhor dos nossos amigos,
tem nos iludido e nos confundido,
tem nos ameaçado e nos testado,
mas nunca se atreveu
a nos manter afastados.

O tempo sabe que
seria impossível nos desafiar
a ponto de tentar nos separar.
Cada dia, hora e minuto que,
por nós, ousa passar
só consegue, ao tempo, provar
que o nosso amor veio pra ficar
sem restrições de situações,
de momentos e de lugar.

Portanto, sobre ontem, eu tenho a dizer
que estive tão perto de você,
enlaçada no seu corpo,
num vôo tão livre e tão solto,
segurando na sua mão,
misturada na sua emoção
que senti até as batidas do seu coração.

Talvez, o tempo, um dia, vá nos provar
que quando ele passa devagar
não significa que tenha
a intenção de nos afastar
e sim, cada vez mais, nos aproximar
e é nisso que precisamos acreditar.

Silvana Duboc