Tradições mágicas

Em certas tradições mágicas, os discípulos tiram um dia por ano - ou um final de semana, se necessário - para entrar em contato com os objetos de sua casa.
Tocam cada coisa e perguntam em voz alta:
- Preciso realmente disto?
Pegam livros na estante e dizem:
- Vou reler este livro algum dia?
Olham as recordações que guardam e questionam:
- Ainda considero importante o momento que
este objeto me faz lembrar?
Abrem os armários e analisam:
- Há quanto tempo tenho isto e não usei?
Será que vou precisar mesmo?
Diz o mestre: "as coisas têm energia própria".
Quando não utilizadas, terminam se transformando
em água parada dentro de casa - um bom lugar
para mosquitos e podridão.
É preciso estar atento, deixar a energia fluir livremente.
Se você mantém o que é velho, o novo não tem
espaço para manifestar-se.

Paulo Coelho