Truel
O Anjo da luz verde da fé reavivada

Há dias em que a dureza da vida parece ter chegado ao máximo em cima de uma só pessoa. Nesses dias de aparente abandono, a descrença toma conta e seca a alma.
Em momento assim, chame por mim:
sou Truel, o Anjo da Luz verde da fé reavivada:

"Ó Truel, vós que um dia também estivesses descrente e duvidastes de tudo, até o momento em que Deus surgiu do vosso próprio coração e vos abençoou, vertei sobre mim o pó diáfano da fé, sem a qual a vida é ainda mais difícil e injusta. Alentai-me com o vosso sussurro tranqüilizador, dizei-me que não foi a vida que se virou contra mim, e sim, que sou desajeitado e surdo à voz de Deus. Ajudai-me, ó Ser Luminoso, a crer novamente, a ter fé e esperança. Que eu possa recuperar a fé inabalável, combustível vital para uma vida plena e feliz."

Roberto B. O. Goldkorn
in: Falando com os Anjos