Um pouco da
sabedoria universal

Permitindo que a dúvida apareça

Os monges do deserto afirmavam que era necessário deixar a mão dos anjos agir. Para isto, de vez em quando faziam coisas absurdas - como falar com flores ou rir sem razão.
Os alquimistas seguem os “sinais de Deus”; pistas que muitas vezes não fazem sentido, mas que terminam levando a algum lugar.
“O homem moderno quis eliminar as incertezas e dúvidas de sua vida.
E terminou por deixar sua alma morrendo de fome, já que o espírito
do ser humano alimenta-se de mistérios” - diz o deão da Catedral
de San Francisco.
Não tenha medo de ser chamado de louco - faça hoje alguma coisa que
não combina com a lógica que você aprendeu. Contrarie um pouco o comportamento sério que lhe ensinaram a ter.
Esta pequena coisa, por menor que seja, pode abrir as portas
para uma grande aventura - humana e espiritual.

O universo que conspira a favor

Quando se quer uma coisa, o Universo conspira a favor.
Estamos acostumados a olhar esta frase apenas do ponto de vista positivo; nossos verdadeiros desejos sempre se transformam em realidade.
Entretanto, é preciso ficar atento para as trevas do subconsciente. Ali, escondido debaixo de uma porção de boas intenções, estão desejos que não ousamos sequer confessar a nós mesmos: a vingança, a culpa, as autopunições, a alegria macabra da tragédia.
O Universo não julga: conspira a favor do que desejamos, e às vezes queremos o pior para nós mesmos. Olhemos com coragem as sombras de
nossa alma - por mais doloroso que isto possa ser. Iluminemos estas trevas com a luz do perdão, da misericórdia, e do respeito.
O Universo sempre conspira para realizar o que queremos;
é preciso muito cuidado.

Eu estou aqui

Existe um exercício de meditação que consiste em acrescentar - geralmente durante dez minutos por dia -
um motivo para cada uma de nossas ações.
Um exemplo: "eu agora leio o jornal porque quero me informar.
Eu pensei agora em tal pessoa, porque tal assunto que li me levou a isto. Eu andei até a porta, porque vou sair de casa". E daí por diante.
Buda chama isto de "atenção consciente".
Quando nos vemos repetindo a mais comum das rotinas, nos damos conta da riqueza de nossa vida. Compreendemos cada passo, cada atitude. Descobrimos coisas importantes, e pensamentos inúteis.
No final de uma semana - a disciplina é fundamental - estamos mais conscientes de nossas faltas e distrações. E isto nos deixa mais fortes.

Provérbios indianos

As mulheres já nascem com inteligência;
os homens precisam aprendê-la em livros.
(Rei Shudraka, sec. I)

Não se pode colocar metade da galinha na panela, e esperar que a outra metade coloque ovos. (anônimo)