Uma história que nunca vai acabar

Sem perceber fui te percebendo,
sem querer fui te querendo.
Aos poucos fomos no aproximando
e devagar nos apaixonando.

Tudo tão lento e controlado,
tudo tão à vista e reservado.
Tudo tão bonito e regado de satisfação,
tudo tão verdadeiro e com muita paixão.

Sem que pudéssemos notar
começamos a nos amar.
Nosso amor tem sido tão intenso
que, às vezes, até penso
que não passa de uma ilusão,
mas meu coração tem dito que não.

Quem dera todos pudessem sentir
a metade do que estamos a dividir,
respeito e consideração,
carinho e compreensão
e sempre uma nova e boa sensação.

Somos uma viagem de onde
não vamos retornar,
somos uma história
que nunca vai acabar.

Silvana Duboc