Ventos

Os ventos que às vezes nos tiram algo que amamos, são os mesmos que nos trazem algo que aprendemos a amar.

Por isso, não devemos chorar pelo que nos foi tirado,
e sim aprender a amar o que nos foi dado,
pois tudo aquilo que é realmente
nosso, nunca se vai para sempre".

Casimiro de Abreu