Vida

A Vida é uma decisão...
de se ser feliz ou não!
De olhar para trás e resgatar
Quem, no que, foi, ficou...ou...
De abraçar o agora e dançar,
ao ritmo de cada momento.
Sem culpas, sem limites,
sem arrependimento.
E na próxima encruzilhada da caminhada...
Olhar o vivido e não lamentar nada!
Nem os olhares sondados,
enfeitiçados, capturados.
Nem os abraços embalados,
dançados, apertados, demorados...
Ainda que só inventados!
Nem as palavras ditas, sussurradas,
cumplicidades trocadas...
Às vezes apenas em poemas escritas!
Nem as mãos que se tocam,
se fundem, se dão, se desejam,
Como corpos independentes...
Que decidiram não ser mais carentes!
A vida é uma escolha...
De a deixar em branco ou colorir a folha!
A minha, vou preenchê-la, desenhá-la,
Com traços, ora fortes, ora sutis,
Com tons quentes, envolventes...
Às vezes camuflar-me nos transparentes...
Porque, simplesmente, decidi ser feliz!